Psoríase: como lidar com a doença que afeta 5 milhões de brasileiros?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

Consultora científica da Biobalance comenta como enfrentar os principais desafios impostos por esse mal autoimune – a Psoríase

EctoPure é creme calmante sem corticoides e seu uso tópico trata os sintomas da psoríase

A psoríase é um problema de saúde que afeta 125 milhões de pessoas no mundo e 5 milhões no Brasil, segundo dados da National Psoriasis Foundation – NPF e da Sociedade Brasileira de Dermatologia – SBD.

Para promover a discussão social e colaborar para o acesso dos pacientes aos tratamentos e informações sobre a doença, a SBD lançou em outubro a Campanha Nacional da Psoríase 2017, com foco na conscientização e orientação sobre a patologia, principalmente entre os portadores. Já uma inovadora forma de gerenciamento dessa doença crônica é oferecida pela Biobalance, que trouxe para o Brasil e disponibiliza nas farmácias de manipulação o creme calmante de uso tópico e sem corticoides EctoPURE.

Sem causas exatas conhecidas, a psoríase está relacionada a uma possível disfunção do sistema imunológico, que faz as células-T, responsáveis por defender o organismo, atacarem as células da pele, fazendo com que elas se multipliquem desordenadamente. Dessa forma, o organismo não elimina corretamente as camadas mortas da derme, o que faz surgir placas avermelhadas e descamativas em diferentes partes do corpo, causando coceira e desconforto aos pacientes.

O paciente com psoríase enfrenta desafios relacionados com a patologia, que impactam diretamente na qualidade de vida e precisam, portanto, ser compreendidos por todos que o cercam. São dificuldades que vão desde a coceira e o estresse que acompanha, e em alguns casos, desencadeia o quadro, até o preconceito no ambiente social e de trabalho e problemas ocasionados pela influência da enfermidade nos relacionamentos e nas condições psicológicas da pessoa afetada. A consultora científica da Biobalance, a Dra. Maria Inês Harris, explica a seguir como lidar com essas situações:

Coceira e estresse
A coceira ou comichão é o sintoma mais presente, atingindo 70% a 90% dos portadores, com diferentes intensidades. “Algumas pessoas chegam, inclusive, a relatar sintomas de queimação e ardência, uma vez que as lesões podem virar ferimentos, se não tratadas”, salienta a especialista. O estresse, por sua vez, é um fator provocador e, muitas vezes, consequente à doença, sendo, neste último caso, mais pronunciado entre as mulheres, em função dos impactos causados na aparência (manchas no corpo, unhas quebradiças, entre outros). Para ambos os sintomas, há soluções, comprovadamente, eficazes.

“Já existem cremes indicados para o tratamento da psoríase disponíveis em farmácias de manipulação, como o EctoPURE 7%, que é sem corticoides. Eles aliviam a coceira e ainda, em concentração mais baixa (3,5%), tratam outro problema de pele, a dermatite. Já para a ocorrência de crises de estresse, são recomendáveis atividades relaxantes, que proporcionam bem-estar e promovem autoconfiança, como meditação, exercícios físicos e terapia, entre outras”, orienta a Dra. Maria Inês.

Preconceito
As pessoas com psoríase podem também lidar com discriminações em função de mitos e, principalmente, da falta de conhecimento acerca desse mal. Uma dúvida é se a doença é ou não contagiosa e se ela afeta o desempenho profissional do paciente. A consultora científica e da Biobalance também responde a esta questão. “Algumas pessoas podem ter uma tendência genética para manifestar a doença, mas não é possível transmiti-la pelo contato físico”, garante.

Relacionamentos e mente
Os principais impactos da psoríase sobre os relacionamentos podem ser um possível constrangimento causado pelos sinais físicos do quadro. Como para os demais efeitos da enfermidade, esses entraves devem ser tratados com a ajuda profissional, compreensão das pessoas próximas e utilização das soluções clínicas possíveis. “A doença não deve impedir o paciente de manter normais suas relações sociais e vida profissional”, declara a Dra. Harris.

Estudos já apontaram que os pacientes com psoríase são mais propensos a desenvolver depressão, sobretudo em função dos sintomas visíveis da doença de pele. Por isso, caso surja qualquer suspeita de um quadro depressivo, é recomendável que o paciente procure ajuda especializada. “Um profissional da área da psiquiatria poderá confirmar o diagnóstico e determinar o melhor tratamento para cada paciente”, finaliza a consultora da Biobalance.

Sobre a Biobalance Natural Immune Support – A linha Biobalance visa promover saúde e bem-estar, através de produtos inovadores, naturais e de alta qualidade, que tenham por finalidade estimular as defesas naturais e o equilíbrio fisiológico do corpo humano. Suas linhas abarcam OmegaPURE®, que tem a maior concentração de ômega-3 na menor cápsula do mercado, e EctoPURE®, cremes calmantes de uso tópico que auxiliam na redução de processos inflamatórios da pele, sem o uso de corticoides. Para saber mais acesse o site, FB e Instagram. SAC: sac@biobalance-nutraceuticals.com ou 0800-771-8438.

psoríase

EctoPure é creme calmante sem corticoides e seu uso tópico trata os sintomas da psoríase

(Imagem de: divulgação)

**Compartilhe com seus top amigos**

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 LinkedIn 0 0 Flares ×