Como se vestir à francesa!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

Este artigo é um Guest Post escrito por Laryssa Mariano. Ela escreve para o blog da Farfetch. Pra quem não conhece, a Farfetch é uma top empresa global que reúne mais de 300 Boutiques visionárias e oferece uma experiência de compra sem fronteiras e inovadora para os amantes da moda. Quer publicar um Guest Post no Luxos e Luxos? Preencha nosso formulário na guia “Contato”, no menu superior.

 

 Dicas de uma mineirinha que trocou o Brasil pela Europa e hoje trabalha com moda em Londres!

Paris é o destino dos apaixonados – e dos fashionistas! Não é de hoje que a mulher parisiense é símbolo de estilo e elegância, inspirando mulheres ao redor do mundo. O mais legal desse famoso “estilo francês” é que ele é simples, acessível e fácil de ser incorporado em qualquer guarda-roupa. Todas as vezes em que fui à Paris, o que mais vi foram mulheres com roupas pretas, calças justas, vestidos e saias com comprimento mais longo e muito sapato baixo. Em resumo: looks para o dia a dia.

Talvez seja por isso que se vestir como uma francesa está tão na moda. Um exemplo de popularidade é o sucesso de livros sobre o assunto: o “A parisiense“, de Ines de la Fressange (ex-modelo, ícone da elegância na França), e a febre do momento “How to Be Parisian Wherever You Are” (Como Ser Parisiense Onde Quer Que Você Esteja), de Caroline de Maigret. Ines inclusive lançou recentemente uma coleção em parceria com a Uniqlo, que você confere aqui.

Ines e sua filha na versão francesa de "A Parisiense" (A edição brasileira só traz as fotos de Nine)

Ines e sua filha na versão francesa de “A Parisiense” (A edição brasileira só traz as fotos de Nine)

É claro que as francesas não são todas iguais e não se vestem do mesmo jeito, mas existem algumas regras gerais que muitas implementam de um jeito ou de outro. E aí, quer saber como se vestir feito uma parisiense? Primeiramente, mantenha a simplicidade e a elegância e confira essas dicas:

Menos é mais

Nenhum mandamento é mais seguido pelas parisienses do que esse. Foque em texturas e modelagens interessantes (de preferência em cores neutras), evite muitos “balangandãs” e corra de saias ou shorts muito curtos.

 

Preto

Pode até parecer um pouco sem graça, mas as mulheres francesas usam muito preto (e cinza e branco). Se você é daquelas que ama uma estampa e uma cor bem chamativa, não abandone suas preferências! Mas se o objetivo é ficar com uma aura parisiense o preto tem que dar as caras.

Calças

Francesa que é francesa adora uma calça! Especialmente se for confortável, estilosa e com ótimo caimento. O corte reto e as lavagens mais escuras e simples são os preferidos.
1. Calça Cintura Alta Amapô // 2. Blusa Leader // 3. Tênis Whoop

1. Calça Cintura Alta Amapô // 2. Blusa Leader // 3. Tênis Whoop

 

Sapatos baixos

Muitas pessoas acreditam que é preciso usar salto para parecer elegante como as francesas, mas a verdade é que poucas mulheres lá usam sapato alto para o dia a dia ou trabalho (é claro que o famoso scarpin é sempre escalado nas festas, eventos sociais e baladas). Um bom sapato baixo é o melhor amigo de uma parisiense – afinal, se anda muito na cidade luz. Escolha botas estilosas, sapatilhas clássicas, tênis modernos ou sapatos com ares masculinos, sem ter medo de errar. Assim, você irá se parecer com uma francesa e ainda dar uma folga para os seus pés.

 

 

Cardigã

O cardigã é uma peça-chave no guarda-roupa francês e brasileiro. Afinal, como não faz muito frio na terrinha, um cardigã de cor neutra mais escura (como preto ou azul marinho) consegue segurar o frio na maioria dos dias e ainda pode te salvar do ar condicionado gelado do escritório. Prefira os cardigãs de tecidos mais grossos e mais estruturados, de preferência ligeiramente acinturados.

Trench Coat
O Trench Coat surgiu como uma peça para proteger soldados ingleses e franceses da chuva, na Primeira Guerra Mundial. Hoje a peça é pau para toda obra, e é o casaco preferido nas ruas de Paris (até porque chove bastante por lá). O Trench Coat pode ser encontrado em algodão, couro e diversos outros tecidos, nas mais variadas cores, mas o bege e o preto são os mais versáteis e mais fáceis de combinar com tudo.
guest-post-laryssa-5
Blusa Listrada
A blusa listrada (ou Breton) tem suas origens no uniforme de marinheiros, usada pela marinha francesa para facilitar o salvamento de marinheiros que caíssem no mar. Foi batizada de Breton depois de uma vitória de Napoleão contra os britânicos.Em 1917, Coco Chanel usou o top em sua linha náutica, transformando a peça em item obrigatório no guarda-roupa das mulheres francesas. Nas décadas de 50 e 60 foi a vez do cinema abraçar as listras, com a famosa blusa invadindo até Hollywood!
guest-post-laryssa-6
Blazer
Esse truque não fica restrito às ruas de Paris. Todo guia de estilo, toda especialista em moda, todas as dicas de peças-chave trazem o blazer como estrela. Um exemplar com bom corte e de preferência acinturado dá um toque de classe à qualquer produção. Especialmente nesse item, é importante seguir o exemplo das francesas e se preocupar com o caimento.
1. Blusa listrada // 2. Blazer

1. Blusa listrada // 2. Blazer

 

A camisa branca

Não preciso nem dizer que uma camisa branca de botões precisa estar presente no guarda-roupas de todas as mulheres, ainda mais se o objetivo é emular o estilo das francesas. Para ficar ainda com mais cara de parisiense e dar um toque de inesperado, compre a sua na ala masculina, optando por linho ou algodão. Escolha um tamanho pequeno (se você veste M, opte por uma masculina P, por exemplo), deixe a “calda” para fora da calça e enrole as mangas. Pronto! Aura francesa instantânea!

Acessórios

Acessórios dão um up em qualquer visual (já dizia Carrie Bradshaw), mas o estilo parisiense usa joias e bijuterias com cuidado. Menos acessórios (e de maior qualidade), focando em peças que tenham valor sentimental e contem uma história.

Atitude

Um dos motivos por toda essa obsessão com o estilo da cidade luz é o quão confortáveis as mulheres de lá aparentam estar. Confortáveis e poderosas! Para reforçar esse “je ne sais quoi” vale se inspirar também na atitude delas:
– Vista-se pensando no seu tipo de corpo: todas somos diferentes e cada uma precisa encontrar o que funciona melhor para si.
– Tendências são bacanas, mas não viva por elas. Use aquilo que gostar de verdade e não mude seu estilo a cada estação. Use o novo para mostrar ainda mais quem você é.
– Compre menos e melhor. Uma peça de qualidade (mesmo que um pouco mais cara) pode acabar valendo mais a pena do que comprar dezenas de itens baratinhos.
– Preste atenção aos detalhes.
– Tenha atitude. O que quer que você vista, tenha orgulho de quem você é!
É isso, meninas! Lembrando que moda não é ditadura, essas são dicas e não regras: cada um usa o que quer! Deixo vocês com a Leandra Medine sendo a Leandra Medine:

​"Já sou francesa?"

guest-post-laryssa-8

“Já sou francesa?”

Autor Convidado:
Esse artigo foi escrito por uma autora convidada. Confira no primeiro parágrafo do artigo o nome da autora e o seu blog.
BjoBjo;)
arabesco assinatura
**Compartilhe com seus top amigos**

Comments

comments

Comments

  1. By Kitaani

    Responder

  2. Responder

    • Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 LinkedIn 0 0 Flares ×