Dio Mio Gelato produz sorvetes ideais para o inverno

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

Dio Mio Gelato

dio-mio-gelato-food-6

Durante o verão é muito comum as pessoas preferirem ir às sorveterias com a família e os amigos para refrescar-se. No entanto, quando chega o inverno, os brasileiros não têm o costume de associar sorvete com frio e consideram o produto uma sobremesa e não um alimento. Diferente de países da Europa ou dos Estados Unidos, onde o inverno é bem mais rigoroso e mesmo assim o sorvete é consumido o ano todo.

Segundo dados da Associação Brasileira das Indústrias e do Setor de Sorvetes (ABIS), o consumo de sorvete no Brasil, entre 2003 e 2014, passou de 685 milhões de litros para 1,305 bilhão de litros – uma alta de 90,5%. O consumo per capita de sorvete passou de 3,83 litros, em 2003, para 6,43 litros por ano em 2014.

De olho neste segmento que não para de crescer, uma nova marca premium, a Dio Mio Gelato, chega com planos ousados de crescimento e dá dicas para o consumo no inverno. “O gelato italiano é um alimento muito nutritivo e não é tão calórico como se imagina, principalmente por ser feito com ingredientes frescos e de altíssima qualidade, ricos em carboidratos e proteínas”, diz Marcelo Faggioni, sócio da empresa.

A Dio Mio Gelato aposta em picolés elaborados com pequenos níveis de gordura, pouca incorporação de ar e baixo teor calórico, unindo a textura e o sabor da massa com pedaços dos ingredientes.

“Enfrentar a sazonalidade é muito importante, por isso temos sabores que dão sustentação e segurança em períodos de baixo consumo, como no inverno. Para este período do ano, desenvolvemos opções mais encorpadas, produzidas à base de leite, como os gelatos de Pistache Italiano e Torta de Limão, ambos com casquinha de chocolate branco e pedaços de seus ingredientes. Temos também os sabores Chocolate Europeu, Coco Branco, Baunilha Gialla e Iogurte com Amarena. Além disso, nosso objetivo para o futuro é criar sabores pontuais para agradar o paladar do consumidor neste período do ano”, afirma o executivo.

  • Gelato Pistache Italiano – Elaborado com a mescla de sementes turcas e italianas, coberto com casquinha de chocolate branco e pedaços da semente. Preço médio sugerido R$ 8,90;
  • Gelato Torta de Limão – Creme de torta de limão e casquinha produzida com chocolate branco e massa de biscoito. Preço médio sugerido R$ 8,20.
  • Gelato Chocolate Europeu – Blend de cacau holandês e chocolate belga ao leite. Preço médio sugerido R$ 7,70 ;
  • Gelato Coco Branco – creme de coco Malásia e flocos de coco branco ralado. Preço médio sugerido R$ 7,70;
  • Gelato Baunilha Gialla – Baunilha, favas de baunilha e cobertura meio amarga de chocolate belga. Preço médio sugerido R$ 7,70;
  • Gelato Iogurte com Amarena – Mistura de iogurte natural e cerejas do tipo amarena. Preço médio sugerido R$ 7,70

    SOBRE A DIO MIO GELATO

    Com fábrica e sede instaladas em São Paulo (SP), a Dio Mio Gelato, criada pelos sócios Marcelo Faggioni e Rafael Carmino, há pouco mais de seis meses, produz oito sabores de sorvetes com pequenos níveis de gordura, pouca incorporação de ar e baixo teor calórico. Com uma produção de seis mil picolés por mês, o objetivo da Dio Mio Gelato é atingir 100 mil unidades de picolés até o final do ano.  A marca, atualmente, distribui seus produtos em pontos estratégicos, como restaurantes, bares e universidades da capital paulista. A expectativa da empresa, até o final de 2015, é atuar em 40 pontos de venda.

BjoBjo;)

dio-mio-gelato-food-1 dio-mio-gelato-food-2 dio-mio-gelato-food-4 dio-mio-gelato-food-5

 (Imagens de: divulgação)

**Compartilhe com seus top amigos**

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 LinkedIn 0 0 Flares ×