LINHAS DE COSTURA – POR TRÁS DA MODA

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

LINHAS DE COSTURA
Nós que adoramos moda e somos consumidoras e não produzimos, temos tendência a olhar o modelo, a grife, o shape, o tecido (algumas vezes) e se o modelito está ou não em alta. Nossos olhos percorrem vitrines e araras e nem nos damos conta do que rola por trás da moda e porquê algumas peças são tão caras. A partir de hoje farei alguns posts com a tag “Por trás da Moda”, para que possamos aprender juntas o básico da indústria têxtil, indústria da moda e afins.
Eu mal sei pregar um botão, então essa pesquisa que estou fazendo para um curso pode ajudar outras pessoas que como eu, gosta de moda, roupas com bom acabamento, bom corte, etc mas não tem vontade de ser costureira, modelista, estilista e outros, mas que tem interesse em saber ao menos um pouquinho desse universo.
Serão posts curtos pra não entediar, somente informações básicas, a complexidade do assunto fica pra mim que farei um curso de moda (depois conto detalhes sobre isso).
O assunto hoje é linha de costura e a fontes do meu texto são dos sites: comofaz.net e guiatextil.com.
Pra quem pensa que linha é linha e pronto, está enganado. As linhas de costura são diferentes entre si e tem importância de 100% na moda, sem linha não há roupa, certo?
Pois bem, cada tecido precisa de uma linha específica e as mais comuns são: de algodão, sintética e mista e, dentro dessas três, uma variedade de tipos, como a linha Glacê (algodão) por exemplo, que só existe preta e branca e serve para couros, lonas e brins mais grossos.
As linhas de algodão servem para costurar tecidos com fibras naturais e as linhas sintéticas para tecidos sintéticos, uma inversão pode resultar em problemas sérios como ruptura da linha, costura franzida e deformação pós lavagem. Você já comprou uma roupa que depois de lavar, a costura ficou toda franzida? pois então, pode ter sido o uso da linha errada.
Algumas considerações sobre a escolha das linhas de costura: força, suavidade, espessura, elasticidade e cor e pra quem não sabe as linhas são responsáveis por 2% do custo de produção, segundo o site Guia Têxtil.
A moda hoje não é mais sinônimo de futilidade, é um mercado crescente e grande gerador de riquezas. Em alguns países, a riqueza gerada pela indústria da moda representa uma parcela significatica no PIB, como é o caso da França e da Itália.
Então é isso pessoal, este primeiro post acabou ficando um tanto extenso, mas nos próximos procurarei ser mais sucinta ok? Espero que tenham gostado.
BjoBjo e boa semana;)

P.s.: Outro detalhe: As linhas de costura suportam temperaturas diferentes e tem influência até na cor do tecido, que pode manchar, inclusive quando passado à ferro.

Como são lindas as linhas, já coloridas, nos cones.

Plantação de algodão.

(Imagens de: geneir.com.br/liz. com.br/google images)

**Compartilhe com seus top amigos**

Comments

comments

Comments

  1. Responder

  2. By Rebecca

    Responder

  3. By Lidi Horácio

    Responder

  4. By 12 meses de mudanças!

    Responder

  5. By lena

    Responder

  6. By Betty Gaeta

    Responder

  7. By Meire

    Responder

  8. By Blog Woman Chic

    Responder

    • Responder

  9. By Maíra

    Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 LinkedIn 0 0 Flares ×